segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Pode vir, pode chegar: 10ª Feira do Livro de Nova Iguaçu - "Noite de Autógrafos" - Stand 13 - Autores da Baixada Fluminense


Esta mensagem é pra você. Continue. Você quer. Você pode.

Atenção: o dia 18/11 é a 3ª "Noite de Autógrafos" realizada na 10ª Feira do Livro de Nova Iguaçu, precisamente no stand nº 13, denominado "Autores e Livros da Baixada Fluminense".

Esta exposição começou em 2005, quando a ABL - Associação Brasileira do Livro solicitou à Prefeitura de Nova Iguaçu a autorização de utilização do solo público para essa feira que percorre a região oeste e centro do Rio de Janeiro desde 1955.

Em 2005, o escritor e editor Moduan Matus e também funcionário da prefeitura de Nova Iguaçu se candidatou a ocupar um dos stands da 'feira, e ali se instalou com livros de autores iguaçuanos. Tendo eu passado por ali (não me recordo o ano), achei interessantíssimo a iniciativa, e a partir de 2007, dei prosseguimento à ideia de levar não somente autores iguaçuanos, mas também autores de outros municípios da Baixada Fluminense (acervos de Duque de Caxias, São João de Meriti, Seropédica, Mesquita, etc.), para eventos culturais, como o Prêmio Baixada, Teia Baixada, Congresso de História (UFRRJ-NI), etc. Parte dessa trajetória está relatada no link: http://livrosbaixadafluminenserj.blogspot.com/

De lá pra cá, o acervo tem crescido, e isso tem facilitado o entrosamento escritores de vários estilos. Percebo que na Baixada Fluminense predominam as aptidões para a poesia e os didáticos (história da Baixada Fluminense), porém os romances, as crônicas, a literatura infanto-juvenil bem como os livros de auto-ajuda também figuram nos acervos de vários colecionadores da temática 'Autores Baixadenses'.

E o 'colecionador' é personagem imprescindível nessa busca pelos autores da região, pois nem as bibliotecas e livrarias possuem acervos tão abastecidos; isso porque os autores de livros da Baixada Fluminense simplesmente não possuem muitos meios de divulgar e comercializar suas obras. Sim, na Baixada Fluminense podemos contar nos dedos das mãos a quantidade de livrarias, que em sua maioria só vendem livros didáticos; não possuem um 'cantinho' para o autor local, e quando se propõe à essa possibilidade, exigências como a de fornecer o ISBN (International Standard Book Number - sistema internacional padronizado que identifica numericamente os livros), impedem, frequentemente os 'literatas independentes de plantão'. A realidade é que a grande maioria dos autores baixadenses produzem seus livros de forma independente, quase artesanalmente, em pequeníssima quantidade, ou seja, a publicação através de uma grande editora, é quase nula, impossibilitando o interesse das poucas livrarias existentes nos treze municípios que compõe esta região.

Dos acervos que pude ter acesso, os mais representativos são: IPAHB- de Pesquisas e Análises e Ciências Sociais da Baixada Fluminense; ASAMIH - Ass. de Amigos do Instituto Histórico de Duque de Caxias e do escritor e editor Moduan Matus. Nesses três acervos podemos pesquisar e obter os contatos de muitos autores que já contam com a divulgação e distribuição dos livros para o público ávido por novos títulos, portanto, essa exposição tem proporcionado a junção de acervos, e principalmente, a aproximação de outros autores que não figuravam em quase nenhuma estante. A grande realidade é: um autor baixadense é mais um entre tantos outros autores independentes que produz, publica, divulga e vende seus livros apenas para amigos e parentes.

Penso que já é chegada a hora de reconhecermos a produção literária da Baixada Fluminense, seja através de cotas em editais de publicações de livros; de concursos literários; de estabelecimento de 'cantinhos do escritor baixadense' nas bibliotecas municipais e em outras instituições como SESI, SESC, ONG's, etc.

Porque tem ficado evidente para mim, que estou de plantão todos os dias (desde o dia 25/11, até o momento), o grande interesse da população pelas publicações desses autores, principalmente os livros que trazem à tona a memória da nossa região, como os livros que abordam a história, a geografia, de personalidades notório saber como o próprio Moduan Matus; dos pesquisadores Gênesis Torres; Ricardo Simões; José Cláudio Souza Alves; Ney Alberto de Barros entre outros.

Portanto insisto com você que continuou comigo por aqui: ações como "Exposição de Livros e Autores da Baixada Fluminense, e "Noite de Autógrafos" é mais um dos caminhos para que se estabeleça uma estreita e forte relação entre a paixão de ler e escrever. É como a fome e a vontade de comer. Na sua frente há um prato e também a sobremesa. Pegue a colher!...E saboreie sem  Moderação, se puder.

Por Claudina Oliveira

Serviço:
10ª Feira do Livro de Nova Iguaçu  - "Noite de Autógrafos"  - Stand 13 - Autores da Baixada Fluminense

Local: Praça Ruy Barbosa - Centro - Nova Iguaçu (Próx. Bancos Brasil e Bradesco
Horário: 18h
Autores confirmados: Fábio Fernandes, Gisela Barrros e Pedro Ferreira ( Mesquita); Paulo Santos e Tatá Ananguê (Nova Iguaçu), e Victor Loureiro (Nilópolis).

Maiores Informações: 8605-1938/ 8743-4768 Claudina Oliveira e Moduan Matus

0 comentários:

Postar um comentário